Mood swings e a Quarentena

21/04/20202 Min Read — In reflexo, quarentena, 3am writings

#Dia 1 da quarentena Querido diário, o apartamento é todo meu

#Dia 17 da quarentena Querido diário, to cozinhando bem demais

#Dia 40 da quarentena Querido diário, send help

Esses últimos dias de quarentena tenho percebido uma coisa meio esquista comigo, acho que quem me conhece faz um tempo sabe que não é muito normal que eu tenha uma mudança de humor repentina ou que eu fique estressado com a alguma coisa.

Estava refletindo e tentando entender o por que dessa mudança. Acho que por muito tempo minha estabilidade esteve bem distribuída em 3 grandes pilares da minha vida.

Um deles com certeza são as pessoas maravilhosas que eu tenho o prazer de chamar de amigos. São de diversas esferas colegial, família, ex-igreja, faculdade, trabalho,... E todos eles são muito especiais e tenho mantido um contato frequente com cada um desses circulos durante a quarentena.

Outro deles, pasmem, é jogar. É isso mesmo. Não dá pra negar as sei lá quantas mil horas que eu tenho distribuídas em jogos, eles sempre foram um ótimo passa tempo com os quais eu continuo aprendendo até hoje.

E por fim, não consegui determinar o nome exato desse ainda, mas tem a ver com auto-estima e produtividade. Estar indo bem na faculdade, conseguindo dar conta dos trabalhos, participando de retiros, ajudando nos cultos, shippando features durante o dia,... Todas essas são coisas que me ajudam a ter uma visão positiva de mim mesmo.

Então quando por algum motivo um desses pilares caia um pouco, uma briga por exemplo, eu provavelmente esperava as coisas esfriarem jogando. Ou uma nota ruim, tinha pessoas por perto pra me ajudar a levantar. Ou uma série de partidas ruins eu tinha confiança que aquilo era só uma questão de treino.

A quarentena deu uma baqueada nesses 2 pilares:

  • Os amigos. É claro que tem as videochamadas e elas podem ser muito divertidas pra rever e conectar. Os chats por N plataformas diferentes, mas ainda assim é diferente de estar perto das pessoas. Quando tudo isso acabar (essa frase me dói toda vez que eu falo, pq rs) quero dar um abraço apertado em cada um de vocês.

  • Os jogos. Esse segundo pilar já não tava no alto, meu relacionamento com jogos tem sido esquisita, no mínimo. Já não sou mais o Jonathan que fica 24 horas no mesmo jogo vidrado até zerar ele. To com medo de estar chegando no ponto que o eu de 10 anos mais temia, uma pessoa que não joga. Mas tava pegando no embalo no cenário competitivo de smash em sp, infelizmente os campeonatos foram todos cancelados por causa do coronga. Tem os campeonatos online, mas sei lá ainda não me animei pra eles.

E ai sobra o último pilar. Um pilar que dada as recentes ocasiões tem ganho muito mais peso. Ainda não dei um nome pra ele, mas to começando a entender que ele tem um viés muito mais de auto-estima do que produtividade. Que eu estava com dificuldade pra separar os dois porque minha auto-estima, hoje, está intrinsecamente ligada com a minha produtividade.

E por estar longe das pessoas e "só" trabalhando quando esse pilar cai tá tendo um impacto maior e está sendo muito mais difícil desligar e me apoiar em outros pilares.

Ainda não tenho certeza do que vou fazer pra melhorar essa distribuição ou como vou desatrelar auto-estima/produtividade (ou até mesmo se é possível desatrelar os dois), mas e ai, quais são os pilares da vida de vocês? E como eles tem se comportado durante a quarentena? (ps: o domínio do netlify mudou para https://josuzuki.netlify.app/ e o https://josuzuki.netlify.com/ ficou super maluco, talvez eu compre um domínio amanhã kkk)

Comments powered by Talkyard.